Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Todos os peticionários demonstraram a vontade de evitar a todo o custo o regresso de Santana Lopes. Não raras vezes se ouviu na sala: "A direita não pode regressar a Lisboa.

 

Que grande projecto político estará na forja quando todo o seu programa pode ser reduzido a uma frase:

A Direita não pode governar a Câmara Municipal de Lisboa.

 

 Pensei que esta esquerda folclórica, com todos os defeitos que a caracterizaram e que marcaram uma época de política portuguesa já não existisse politicamente. E na verdade não existe.

António Costa ao dar cobertura tácita a isto está já a preparar o seu futuro, arranjando a grande desculpa para o seu resultado eleitoral. A esquerda não esteve unida.

António Costa ao dar cobertura tácita a isto mais não faz do que reconhecer que não tem condições de derrotar a direita em Lisboa.

António Costa ao dar cobertura tácita já abdicou de apresentar um programa claro, forte e inovador aos lisboetas, parecendo mais interessado em contar com o apoio "daquela" esquerda que pensávamos já fazer parte do espólio de qualquer partido de esquerda moderna do que em trabalhar em conjunto com os sectores mais dinâmicos e competitivos de Lisboa.

António Costa não quer mais fazer do que culpabilizar o PCP pelo resultado eleitoral que se arrisca a ter.

Já devia saber como os comunistas reagem quando são colocados nestas situações...

Enfim, Santana Lopes agradece.


Tags:

Filipe Miranda Ferreira às 08:59 | link do post | comentar

1 comentário:
De Pedro F. a 14 de Abril de 2009 às 16:51
Será que a rapaziada do Bloco já se esqueceu dos mimos que António Costa lhes dedicou no último congresso do PS?
Se não me falha a memória seriam algo parecido com "oportunistas", "parasitas" e "irresponsáveis"...


Comentar post

Contacto
camaradecomuns@sapo.pt
Arquivo
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
Siga-nos
Lemos Sempre
Tags

todas as tags

subscrever feeds